Lista Telefônica
Lista Telefônica
Adicionar contato
Adicionar
Contato
Home >> Notícias

Legenda

Economia & Investimento: “Quebrando tabu” - 16/01/2019

Uma verdadeira renovação, para não falarmos em revolução, está em curso, no Brasil, quando o assunto é investimento. Plataformas abertas como XP, Órama, Guide, Genial, Rico, dentre tantas outras, têm se proliferado no mercado. O sucesso dessas companhias está, com toda certeza, na possibilidade de os aplicadores acessarem renomados gestores de recursos e estratégias de investimento cada vez mais sofisticadas.

A tendência de manutenção dos juros em níveis baixos no Brasil, por sua vez, tem forçado os investidores a buscarem alternativas de rentabilidade mais consistentes. A possibilidade de diversificação na aplicação de recursos é, portanto, fator chave nesse contexto.Aplicar em casas como ARX, KAPITALO, VERDE, WESTERN, SPX, sempre foi assunto restrito a megainvestidores e family offices até pouco tempo atrás. Para o pequeno e médio aplicador restavam os fundos de bancos tradicionais com baixo retorno e taxas de administração elevadas.

E é exatamente aí que está o pulo do gato. Bancos tradicionais costumam alocar os recursos de seus clientes em suas próprias gestoras, uma vez que a taxa de administração desses fundos, nesse caso, ficará integralmente nessas intuições. Em contrapartida, plataformas abertas possibilitam o acesso a diversos gestores e à formatação de soluções personalizadas para cada perfil de cliente, saindo das soluções prontas. Por meio da diversificação é possível, ainda, um balanceamento de fatores de risco, liquidez e volatilidade.

A economia brasileira está em processo de mudança e nessa realidade a poupança da vovó já não satisfaz. Permitir-se conhecer as novidades do mercado e buscar assessoria qualificada já não é mais um luxo para os afortunados, mas sim, uma necessidade real e acessível a todos.

Colaboração: DNSUL

Redação Portal Cocal